sexta-feira, 21 de maio de 2021

Em live, Bolsonaro alfineta Governador do Maranhão

Hospedado em Imperatriz, depois de inaugurar uma grandiosa obra no estado do MA, Bolsonaro realizou a tradicional Live.

Reprodução rede social

O presidente da república Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a criticar a CPI da Covid-19 e os governadores que adotam posturas rígidas de isolamento social. O chefe do poder executivo classificou a CPI “capitaneada” por Renan Calheiros, como um “vexame”.

Ao citar a postura dos governadores, Bolsonaro afirmou que o senador Marcos Rogério (DEM-GO) mostrou um vídeo em que governadores, entre eles o do Maranhão, aparecem citando a cloroquina como o remédio para o tratamento da Covid-19.

“O comunistão aí. Comunista gordo só no Brasil! O comunista gordo Flávio Dino falou da Cloroquina”, cita Bolsonaro, e completou. “O segundo estado mais pobre do Brasil [Maranhão]. Eu estava como senador Roberto Rocha vindo para cá e ele mostrando a vastidão do estado do Maranhão que continua sendo o estado pobre, por que o passado e o presente...tá aí Flávio Dino, certo, que inclusive as vacinas não são disponibilizadas  a tempo, quando chega aqui no estado. Tem até uma MA [rodovia estadual] que poderia ser federalizada, mas parece que ele [Flávio Dino] não está interessado nisso, mas...”, alfinetou o presidente Bolsonaro.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário