terça-feira, 16 de março de 2021

Semed trabalha para a melhoria do ensino e aprendizagem em São Luís

 Nesta segunda-feira, 15 de março, é celebrado o Dia da Escola, a casa da educação. Espaço de construção de conhecimentos e formação de vínculos, a escola é o ambiente fundamental para o desenvolvimento da sociedade e formação do cidadão.

Em São Luís, a Secretaria Municipal de Educação (Semed) administra a rede municipal de ensino que hoje é composta por 266 escolas localizadas nas áreas urbana e rural da capital maranhense. Embora as atividades escolares presenciais estejam paralisadas em razão da pandemia da Covid 19, a Semed segue trabalhando para garantir melhorias na infraestrutura das escolas e creches, realizando reformas e manutenção nas unidades básicas de ensino.

“Nesse momento nossos estudantes estão distantes da escola e distantes uns dos outros fisicamente, mas conectados pelo sentimento de pertencimento e de identificação que a escola desperta. Vamos aproveitar esse momento, em que todos estão na segurança de suas casas, para implementar melhorias na estrutura física que, com certeza, irão repercutir na qualidade do ensino”, afirmou a secretária municipal de Educação, Esmênia Miranda. 

Nas primeiras semanas do ano, a equipe da Assessoria Técnica de Engenharia e Arquitetura (Atena) iniciou um levantamento diagnóstico sobre a atual situação das unidades da rede e foi constatado que um número considerável de escolas precisam passar por intervenções, reformas e até por mudanças de prédio, para garantir melhores condições de ensino, conforto e segurança para os estudantes e professores. 

“Encontramos várias situações dentro da rede e é preciso avaliar cada uma para implementar a melhor solução. A partir desse diagnóstico elaboramos nosso planejamento que prevê a melhoria na estrutura das escolas por etapas. Para a primeira etapa, já iniciamos as intervenções e em breve vamos iniciar a entrega dessas escolas para a comunidade”, explicou o engenheiro e assessor técnico da Atena/Semed, Pedro Leandro Santos. 

Entre as escolas que já estão com obras em execução estão a Creche Escola Maria de Jesus Carvalho (Centro) e as U.E.Bs. Rubem Teixeira Goulart (Cohab), Rivanda Berenice (Coroadinho), Professor Ronald Carvalho (Divineia) e Evandro Bessa (Santa Bárbara). A U.E.B. Rubem Teixeira Goulart, por exemplo, aguardava a reforma há muitos anos, principalmente na parte elétrica. As obras já estão em fase de conclusão. 

“Ver a escola como está hoje é um sonho realizado de toda a comunidade escolar incluindo estudantes, pais e professores. É um orgulho para nós poder entregar essa escola renovada para nossas crianças e nossos adolescentes, com salas climatizadas que era um grande desejo deles”, afirmou a gestora Adriana Fajardo. 

Espaço de ensino e aprendizagem 

A escola é também o ambiente das primeiras relações sociais para além da família, da conquista dos primeiros amigos, do aprendizado das primeiras letras e passa a ser a segunda casa dos estudantes e também dos professores. 

Nesse aspecto, a comunidade escolar forma uma verdadeira família, como afirma a professora da Educação Infantil e do Ensino Fundamental, Elizangela Meireles, da U.E.B. Josefina Serrão, que fica na zona rural. 

“Acredito que a escola é uma continuidade na família na medida em que é um espaço de convivência onde a criança deve sentir-se acolhida, ser respeitada na sua individualidade. A escola é um organismo vivo, dinâmico, pautado nas interações. Por outro lado, abraça muitas demandas e/ou responsabilidades do espaço familiar que chegam juntamente com nossas crianças”, afirmou a professora Elizangela Meireles. 

Para a professora da Educação Infantil, Rita de Cássia Moreira, da U.E.B. Professor Elpídio Hermes de Carvalho, a escola é o espaço onde a criança aprende a exercer sua cidadania, a respeitar o próximo, conhecer seus direitos e deveres. 

"A escola ajuda o estudante a socializar e obter conhecimentos para se tornar um ser humano ético e moral. É onde a criança desenvolve a habilidade de se posicionar de forma intelectual e se tornar capaz de lutar pelos seus direitos no futuro", opinou ela. 

Além da estrutura física, a escola é formada por todos aqueles que contribuem para o processo de ensino e aprendizagem dos estudantes, como professores, gestores, coordenadores, cuidadores, vigilantes, secretários, apoio pedagógico, merendeiras, serviços gerais e porteiros. Esses profissionais são essenciais para o pleno funcionamento da escola e para que haja um ambiente saudável de convivência em harmonia. 

“Nós queremos aproveitar esta data simbólica para agradecer o trabalho de todos esses profissionais que fazem a escola acontecer. Em especial os professores que, nesse momento em que estamos vivendo, não medem esforços para fazer seu trabalho, planejando aulas criativas, gravando vídeos, propondo novas metodologias de ensino, para que os nossos estudantes consigam de fato aprender. A vocês, o nosso muito obrigado!”, finalizou a secretária municipal de Educação, Esmênia Miranda.

Nenhum comentário:

Postar um comentário