segunda-feira, 8 de fevereiro de 2021

Depois de fechar leitos de UTI, Dino vai ao STF para que Ministério da Saúde reabilite as vagas

Do blog Gilberto Léda - O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), anunciou hoje (8), em entrevista à CNN, que vai ingressar com uma ação no Supremo Tribunal Federal (STF) para obrigar o Ministério da Saúde a reabilitar leitos de UTI custeados pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e destinados a pacientes com Covid-19 no Maranhão.



“O coronavírus anda muito rápido. Enquanto isso, o governo federal, quando age, se atrasa. Foi assim com as vacinas e está sendo assim com esse grave problema dos leitos”, declarou o comunista à rede de TV.

Há duas semanas, no entanto, o Blog do Gilberto Léda revelou que, desde junho de 2020, a própria gestão Dino já fechou mais de 50% dos leitos exclusivos para pacientes com Covid-19 existentes na rede pública estadual de saúde.

Segundo apuramos nos boletins divulgados pela própria Secretaria de Estado da Saúde (SES), no dia 15 de junho do ano passado, havia 1.779 leitos exclusivos para pacientes infectados pelo novo coronavírus.

Só na Grande Ilha, por exemplo, havia 752 leitos clínicos, e outros 240 de UTI. Atualmente, o total de leitos não passa de 860 – 919 a menos.

Após a denúncia, o governo chegou a anunciar a reativação de algumas unidades.

Nenhum comentário:

Postar um comentário