sexta-feira, 8 de janeiro de 2021

Defesa Civil da Prefeitura de São Luís realiza visitas técnicas em áreas de risco

Como uma forma de prevenir deslizamentos de terra e orientar a população, a Prefeitura de São Luís, por intermédio da Defesa Civil de São Luís, órgão vinculado à Secretaria Municipal de Segurança com Cidadania (SEMUSC), iniciou uma série de visitas técnicas em áreas de risco da cidade. 



As vistorias começaram na quarta-feira (6), no bairro Vila Isabel Cafeteira, onde foram encontradas edificações na parte de cima da encosta. 


Os monitoramentos serão intensificados neste período que antecedem as chuvas na capital. 


Na Vila Isabel Cafeteira, a visita técnica aconteceu em algumas ruas, como a Santa Tereza, São Francisco e Tancredo Neves. No local, além das edificações construídas no alto da encosta íngreme, a equipe detectou água de esgoto sendo despejada de residências, o que aumenta o risco de desastres naturais. Em outros pontos, foram observadas árvores de grande porte na parte de cima, além de muito lixo que é jogado nessas áreas. 

Na manhã desta quinta-feira (7), a equipe de vistoria reiniciou os trabalhos, mas no Coroadinho, em uma região conhecida, popularmente, como “Morro do Zé Bombom”. 


Nos dois bairros visitados, os profissionais conversaram com os moradores, a fim de alertá-los sobre os perigos de construir casas em áreas de risco. 


Para o secretário da SEMUSC, Marcos Affonso, os monitoramentos realizados pela Defesa Civil de São Luís são fundamentais para a proteção e segurança da população. “É um trabalho incessante e importante. Não podemos esperar que algo aconteça. Precisamos agir para evitar episódios com ou sem vítimas. E vamos atuar de forma ágil e prática”, frisou. 



O trabalho segue as diretrizes da gestão do prefeito Eduardo Braide, que pediu prioridade no monitoramento das áreas de risco da capital, não apenas no período chuvoso, mas durante todo o ano.



PREVENÇÃO

De acordo com o superintendente da Defesa Civil da Prefeitura de São Luís, Alexssandro Nogueira Costa, os trabalhos preventivos são importantes para que desastres naturais sejam evitados.  “Nós estamos fazendo uma vistoria nessas áreas de risco. A nova superintendência está tomando conhecimento desses locais. Nós tivemos na Vila Isabel Cafeteira, fazendo esse reconhecimento e conversando com a comunidade. No Coroadinho, também fizemos essa orientação. A Defesa Civil, nesse período que antecede as chuvas na capital, passa nessas áreas para orientar as pessoas e fazer o mapeamento”, pontuou Alexssandro Nogueira. 


Ele disse, ainda, que esses pontos são muito dinâmicos, pois mudam no decorrer do tempo, uma vez que famílias saem, mas outras chegam. “Nós sempre ficamos monitorando esses locais, para que não ocorra uma transformação muito brusca, aumentando os riscos de deslizamentos”, completou. 


O superintendente pediu que, caso surjam indícios de ruptura do relevo nesses locais, os moradores podem entrar em contato com a Defesa Civil de São Luís por meio do WhatsApp do órgão: 98822-5352.


A partir da próxima semana, as equipes  intensificarão as visitas técnicas, priorizando as áreas com riscos maiores em São Luís.

Nenhum comentário:

Postar um comentário