sexta-feira, 23 de outubro de 2020

Francisco Neto vence debate na TV Alternativa

 Nesta sexta-feira (23), a TV Alternativa realizou a 1° debate da história de Paço do Lumiar. Dos seis candidatos oficializados, dois não compareceram. Atual Prefeita Paula (PCdoB), por meio sua assessoria justificou ausência  por motivos de saúde. O candidato Ednaldo Moura do (Democracia Cristã) também  não compareceu e não informou o motivo.


Dividido em 4 blocos, o debate para tratar de ideias e propostas para o município,  foi morno e marcado por gafes dos candidatos. Mediado pelo apresentador Wagner Silva, a quem destaco o brilhantismo da para conduzir o debate, os candidatos tiveram oportunidade de falar de temas como saúde, educação, mobilidade urbana, agricultura e turismo.

Sem assessores e marketing político, o eleitor teve a oportunidade de ver quem é quem de verdade nesse jogo eleitoral. Sendo assim, o blog resolveu analisar e da nota para cada candidato diante da performance no debate.

Na ordem alfabética começo com Bamal do Iguaíba (PV): novo na política, o candidato ficou acuado  na frente das câmeras. Não soube aproveitar o tempo, nem explorar os temas. Ficou totalmente perdido nas falas. Não conseguiu colocar em ordem o raciocínio, mas foi bem sincero e enfático em algumas questões abordadas. Nota (2).

 Francisco Neto (PSL)  foi a surpresa! Entrou compenetrado no debate, aproveitou todos os espaços que teve para falar, conseguiu repassar suas propostas e aproveitou para entrar no confronto direto com o seu principal adversário, Fred Campos, que ficou tonto diante das invertidas. Foi sem dúvida o melhor! Pena que pecou em detalhes, como, no memento em que Fred afirmou que ele desconhecia a realidade do município e não rebateu. E também extrapolou um pouquinho no tempo. Nota (6)

Fred Campos (PL) velho conhecido na política de Paço, se mostrou apático no debate, gaguejou muitas vezes, mas conseguiu repassar ao público alguma de suas ideias. Ficou completamente desnorteado quando o Francisco Neto o confrontou sobre a Unidade Mista, um dos seus 'calcanhares de Aquiles', não respeitou o limite do tempo. Bola fora hein! Nota (4).

Karla Maria (PSC) foi muito ruim, não conseguiu chegar no nível dos candidatos do PSL e PL. Nas oportunidades que teve, não expôs suas ideias com tanta clareza. Na maior parte do tempo teve que confrontar com Bamal que pouco conseguiu se expressar. Poderia render muito mais. Nota (2).

No geral um debate pouco produtivo, mas que a população pôde ter uma noção dos candidatos. Acredito que após esse debate pouca coisa pode mudar em relação a corrida eleitoral. Talvez quem mais lucrar com esse debate seja o candidato Francisco Neto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário