quarta-feira, 28 de outubro de 2020

Empresário é preso suspeito de matar morador de rua em São Luís

A Polícia Civil do Maranhão prendeu nesta terça-feira (27), dois homens suspeitos de terem arrastado um morador de rua até a morte. O crime cruel ocorreu no Centro, em São Luís no  dia 17 de maio do anos corrente.




Do Jornal Itaqui Bacanga - De acordo com o delegado da Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP), Felipe César, foram  presos um empresário,  dono de restaurantes que fica localizado nas proximidades onde ocorreu o crime, e o vigilante de um desses estabelecimentos comerciais. A vítima foi identificada, como Carlos Alberto Santos, de 36 anos, que foi encontrado em frente ao Terminal de Integração da Praia Grande.

Segundo o delegado Felipe César o crime teve como motivação uma suposta prática de roubo cometido  por Carlos Alberto por várias vezes contra o restaurante do empresário. Após ser detido por um vigilante, o homem em situação de rua foi agredido, amarrado em um carro e arrastado pelo dono do estabelecimento comercial até o Terminal de Integração.

Câmeras de segurança registraram o momento em que Carlos Alberto foi arrastado pela Rua de Santana, no Centro de São Luís. A filmagem também exibem o instante em que o empresário para o veículo para conversar  e tomar uma bebida, enquanto a vítima estava amarrada. Ainda, o vídeo mostra o carro passando por cima de homem em situação de rua. ''É um crime muito chocante, as imagens mostram o tamanho da barbárie'', frisou Felipe César.

Logo após o crime, o empresário fugiu para São Paulo e foi preso no retorno a São Luís. A caminhonetes utilizado para arrastar Carlos Alberto foi apreendido pela SHPP. O vigilante, que também que também participou do crime, foi localizado e detido no bairro da Cidade Operária. Os dois suspeitos foram encaminhados para a sede da SHPP, na Avenida Beira Mar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário