terça-feira, 16 de junho de 2020

Polícia Federal realiza operação no Maranhão e mais cinco estados

A Polícia Federal cumpriu na manhã desta terça-feira (16), mandados de buscas e apreensão em residência de militantes bolsonaristas no Maranhão. Eles são acusados de integrar um esquema que organizava atos golpistas.

Além de militantes maranhenses, também foram alvos integrantes do grupo de São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Santa Catarina.

O publicitário Sérgio Lima e o empresário Luís Felipe Belmonte, que são ligados ao Aliança pelo Brasil, partido que o presidente Jair Bolsonaro pretende criar, e o deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ), bolsonarista, também foram alvos de buscas.


As buscas e apreensões foram autorizadas pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), dentro do inquérito que investiga a realização de atos antidemocráticos. Moraes é o relator do caso.

O objetivo da ação desta terça, segundo os investigadores, é levantar provas sobre a organização dos atos e sobre quem os financia. Os atos atacaram e ameaçaram instituições como o Congresso e o Supremo Tribunal Federal (STF), o que é inconstitucional.

Outro alvo da operação desta terça é Allan Santos, dono do canal da internet “Terça Livre”, também apoiador de Bolsonaro.


Nenhum comentário:

Postar um comentário