sexta-feira, 24 de abril de 2020

Bolsonaro desmente Moro e afirma: ''O governo continua''

Presidente desmente Moro, faz revelações e entrega governo só em 2022.


No fim da tarde desta 6ª-feira (24.abr.2020) o presidente Jair Bolsonaro se pronunciou sobre a saída do agora Ex-ministro da Justiça Sergio Moro. O pronunciamento contou com a presença do vice-presidente Hamilton Mourão e de diversos ministros dentre eles Paulo Guedes, Damares, Nelson Teich, Onyx Lorenzoni, Marcos Pontes, Tarcísio Gomes de Freiras e outros.

O chefe do poder executivo foi taxativo e desmentiu as afirmações proferidas por Moro durante coletiva de imprensa pela manhã. Segundo o presidente, revelou que, em uma conversa com Moro , Ele lhe pediu a indicação para ser ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), a maior corte da Justiça. “Me desculpe, mas não é por aí”, falou.

Bolsonaro foi também negou que  quis interferir em qualquer investigação da PF, mas disse que procurou saber, “quase implorando”, por casos como o da facada que sofreu durante a campanha eleitoral de 2018.“Não são verdadeiras as insinuações de que eu desejaria saber sobre investigações em andamento”, desabafou.

“Uma coisa é você admirar uma pessoa, a outra é conviver com ela, trabalhar com ela”, destacou ao se referir à Moro.

“aquela pessoa que tem compromisso consigo próprio, com seu ego, e não com o Brasil”, pontuou o presidente.

Próximo de concluir seu discurso, o presidente Bolsonaro disse categoricamente,  ''O governo continua''.


Nenhum comentário:

Postar um comentário