domingo, 8 de setembro de 2019

Hamilton Mourão assumi o exercício da presidência, após cirurgia do presidente Bolsonaro

O médico Antonio Luiz de Vasconcellos, cirurgião-chefe que realização hoje (08.set.2019) a operação de correção de hérnia incisional do presidente da Republica, disse que Jair Bolsonaro deverá receber alta médica em torno de cinco ou seis dias. De acordo com ele, após isso, o presidente deverá estar apto a viajar em sete a dez dias, a partir deste domingo.

FOTO AGENCIA 247 BRASIL
BOLSONARO E MOURÃO


“A cirurgia transcorreu muito tranquila, não houve nenhuma sutura intestinal, não houve sangramento, a gente imagina que após a alta, se tivermos a alta em cinco dias, ele deve viajar em sete dias, mais tardar em 10 dias”, disse o cirurgião em entrevista coletiva no início da tarde de hoje no hospital Vila Nova Star, na capital paulista, onde ocorreu o procedimento.

   Segundo o primeiro boletim médico divulgado hoje após a cirurgia, Bolsonaro apresenta quadro clinico estável. A correção de hérnia incisional foi feita com a técnica de herniorrafia incisional com implantação de tela, e foi bem-sucedida. Teve início as 7h35 e foi concluída às 12h40.

Enquanto o presidente se recupera, o vice-presidente Hamilton Mourão (PRTB)  assumi o exercício da presidência.

Nenhum comentário:

Postar um comentário