terça-feira, 9 de julho de 2019

Empenho de Eduardo Braide foi fundamental para entrega de mamógrafo, em São Luís

Apesar do governo Flávio Dino não querer reconhecer o empenho do deputado federal Eduardo Braide (PMN), partiu do parlamentar as emendas que tiveram que ir à justiça, para só então o governo liberá-la. 


Quando ainda era deputado estadual, Braide sempre demostrou preocupação com a saúde, em especial com as pessoas acometidas de câncer. Por não ser um dos nomes aliados ao governador não teve o reconhecimento que teveria ter, porém não passou em branco os benefícios que chegaram ao Hospital Alderona Bello, em São Luís, que graças as emendas de Braide. Veja matéria completa abaixo.

Do blog Jorge Aragão - Lamentavelmente o Governo Flávio Dino (PCdoB) deu, nesta semana, mais um grande exemplo que segue sendo adepto da velha política e com ações e/ou atitudes totalmente reprováveis.

O deputado federal Eduardo Braide (PMN) tem, entre uma de suas bandeiras políticas, a luta em prol das pessoas acometidas pelo câncer. Além da criação do Fundo Estadual e do Fundo Nacional de Combate ao Câncer, Braide desde que se tornou parlamentar, sempre destinou emendas nesse sentido, principalmente para a aquisição de equipamentos para o Hospital Aldenora Bello, uma referência no combate ao câncer no Maranhão.

No entanto em 2017, de maneira absurda e vergonhosa, o Governo Flávio Dino, por questões eleitoreiras, se recusou a pagar uma emenda de Braide, no valor R$ 700 mil, para a compra de um mamógrafo digital para o Aldenora Bello.

Eduardo Braide ficou indignado com a situação e foi à Justiça para garantir a compra do mamógrafo. No fim de 2017,  a Vara de Interesses Difusos e Coletivos julgou procedente a Ação Popular ajuizada por Braide para a compra do aparelho que irá beneficiar os pacientes do Aldenora Bello. O juiz Douglas Martins mediou o acordo e determinou a compra do mamógrafo (reveja aqui).

Só que agora, depois de mais de um ano, o Governo Flávio Dino fez oficialmente a entrega do aparelho. Só que além de não convidar o autor da emenda e da Ação Popular que possibilitou esse momento, os comunistas não tiveram a mínima consideração de citar o nome de Eduardo Braide, muito ao contrário.

Com uma “cara de pau” sem limites, o Governo Flávio Dino ainda propagou que partiu da gestão comunista a doação do equipamento, na postagem “Governo faz doação de mamógrafo ao Hospital do Câncer Aldenora Bello“.

A entrega foi feita pelo secretário de Saúde do Maranhão, Carlos Lula (PCdoB), que também “esqueceu” de fazer qualquer menção ao deputado Eduardo Braide, principal responsável pela chegada do aparelho ao hospital.

Coincidentemente, Carlos Lula tem defendido publicamente a pré-candidatura do seu colega de partido, Rubens Júnior, à Prefeitura de São Luís. Vale lembrar que é justamente Eduardo Braide que lidera qualquer pesquisa eleitoral para disputa de 2020 na capital maranhense.

Só que o reconhecimento dos gestos de Eduardo Braide para a aquisição do mamógrafo digital, veio de quem conhece a verdade dos fatos, o Hospital Aldenora Bello.

Utilizando as redes sociais, a Fundação Antonio Jorge Dino, responsável pelo Aldenora Bello, fez questão de lembrar que a compra do mamógrafo foi graças a emenda do deputado Eduardo Braide. Veja acima.

Além de um gesto mesquinho, fica comprovado, mais uma vez, como agem os comunistas em determinadas situações.

Nenhum comentário:

Postar um comentário