terça-feira, 28 de maio de 2019

Deputados Hildo Rocha e Eduardo Braide vão à Unesco declarar apoio ao Bumba meu Boi

 Em reunião com a representante da Unesco no Brasil, Marlova Jovchelovitch, os deputados federais Hildo Rocha e Eduardo Braide declararam apoio à candidatura do Bumba meu Boi do Maranhão ao título de Patrimônio Imaterial da Humanidade. Também participaram da reunião a representante do Itamaraty, Ministra Paula Alves de Sousa e Hermano Queiroz diretor do Instituto de Patrimônio Imaterial (DPI) do Iphan. O dossiê que oficializa a candidatura foi entregue aos representantes do Itamaraty, no ano passado.


“O Bumba meu Boi é uma das manifestações culturais mais ricas do nosso Estado. A transformação dessa relevante manifestação folclórica em Patrimônio Imaterial da Humanidade dará visibilidade internacional, contribuirá para a preservação do Bumba meu Boi”, destacou Hildo Rocha.

Caso o comitê responsável pela definição dê parecer favorável, o Brasil passará a ter cinco bens reconhecidos sob a classificação de Patrimônio Imaterial da Humanidade. Já são reconhecidos: o Samba de Roda; o Frevo; o Círio de Nossa Senhora de Nazaré e a Roda de Capoeira.

São Luis Capital Nacional do Bumba meu Boi
Além de estar trabalhando firme a fim de ajudar a elevar o Bumba meu Boi ao título de Patrimônio Imaterial da Humanidade, Hildo Rocha é autor do Projeto de Lei que concede à cidade de São Luis o título de Capital Nacional do Bumba meu boi. Na semana passada o foi aprovado pela Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE), do Senado Federal, passo decisivo porque agora falta apenas a aprovação pelo plenário do Senado Federal onde o projeto já tramita com pedido de urgência.

Sessão Solene em Homenagem ao Dia do Bumba Meu Boi
Desde que chegou ao parlamento federal, Hildo Rocha tem desempenhado importante papel na divulgação da cultura popular maranhense. Já no seu primeiro ano de mandato, no ano de 2015, Rocha liderou a realização de Sessão Solene em Homenagem ao Dia do Bumba Meu Boi. O ato se repetiu nos anos seguintes e este ano será realizado no dia 3 de junho, às 9 horas, no plenário Ulysses Guimarães, da Câmara Federal, em Brasília.

Nenhum comentário:

Postar um comentário