domingo, 24 de março de 2019

Salvadores da pátria, paraquedistas e almofadinhas começam a desembarcar

EDITORIAL

A história se repete, mas o desfecho pode mudar.

Intitulados de lideres comunitários, com diplomas ou sem, eles começam desembarcar. Carregam consigo o cinismo e a imoralidade, também o boa lábia, aqueles que não a têm usam status financeiros, carrão, mesas de cervejas e boa aparência.

Sempre do mesmo jeito, compram uma casa ou alugam e dizem: eu moro em aqui e conheço os problemas, as pessoas e os eleitores. Ah, muitos desses são filhinhos de papai,  filhos de políticos, filhos de magistrados. Esses ''dondocos'' nunca passaram fome, nem esperaram numa fila para ser atendido pelo dentista e ao contrário, são conhecidos na alta sociedade, como ''porras loucas'', e extensas passagens pela polícia, ou ainda os famosos processos judiciais.

E por classificação, existe aqueles que se apresentam como os salvadores da pátria, se eleitos; tudo eles resolvem — o município dos sonhos . Outros se apresentam como paraquedistas ou oportunistas nada sabem, apenas pensam em comprar e corromper pessoas e os almofadinhas, diplomados metidos a intelectuais, esses ''letrados''entendem de tudo, são ''sábios''.

A consequência dessa ''salada podre'' é respondida quando olhamos para  cidade: escolas abandonadas, postos de saúde fechados, estradas completamente esburacas, mais um pai de família que não volta para casa por falta de segurança. Mais o pior é que esses falsos políticos conseguem êxito. Mas como toda boa história existe um bom desfecho. Portanto o final da história de pende do eleitor; que deve ficar atento!


Eita que Paço do Lumiar está cheio de Salvadores da pátria, paraquedistas e almofadinhas! 



Um comentário:

  1. Muito bem colocado, os filhinhos de papai estão aprendendo pra colocar em prática o dever de casa, assistem ao circo, onde os palhaços somos nós, e pior, que quem coloca os anfitriões,no poder é quem.?....Nem preciso dizer.

    ResponderExcluir