sábado, 5 de janeiro de 2019

''O povo precisa de respeito e entender que o prefeito é um empregado do povo e não patrão'', diz Jamys Galhardo em entrevista

Da ANB Online - Jamys Gualhardo,  ex-candidato a vereador, acadêmico de Direito, profissional do Trânsito  e líder político ribamarense lançou , oficialmente , há três semanas, pré-candidatura a prefeito da terceira maior cidade do Maranhão. 

jamysJamys é um obstinado ativista social com atuação engajada na área do Parque Vitória, uma das regiões  limítrofes mais populosas de São José de Ribamar. ''Eu sempre me envolvi em pleitos eleitorais, porém em 2016 resolvi ser candidato por apelo de várias pessoas que viam em mim algo de diferente, na ocasiã resolvi concorrer ao pleito por São Luís , em virtude de eu representar minha classe( Agentes de Trânsito) onde  sou concursado desde os meus 21 anos, e para minha surpresa , obtive 516 votos sem nenhuma estrutura de campanha e nem financeira’’, lembra Jamys. 

Nessa breve  entrevista à série ‘3 Perguntas Para’ da Agência Baluarte o líder e pré-candidato lança luz sobre a atual situação do conglomerado de comunidades que compõem o Parque. 

Agência Baluarte- Qual a situação da área que abrange o Parque Vitória, incluindo bairros adjacentes e circunvizinhança, nos dias atuais?

Jamys Gualhardo- Primeiramente muito obrigado pelo espaço, quero parabenizá-lo pelo trabalho que vem desenvolvendo com seu Portal em defesa do povo ribamarense, então: A situação dos bairros periféricos é que todos ‘estã na mesma’, em  termo vulgar,  largados. Eu particularmente procuro todos os dias expor as problemáticas nas redes sociais que  se tornaram  uma ferramenta importantíssima para novos representantes, basta olhar com detalhes os 19 bairros da nossa região e todos os serviços desempenhados atualmente são do governo do estado que de 2016 para cá tem sido nosso socorro.

Agência Baluarte- É possível afirmar que essa região está completamente abandonada ou a atual  gestão municipal  vem reunindo esforços para superar os problemas mais graves?


Jamys Gualhardo- Não podemos ser irresponsáveis  ,  mesmo sendo um cidadão fiscalizador (já que não temos vereadores atuantes), em dois anos de gestão a prefeitura conseguiu colocar apenas placas e fazer assinatura lançando obras, estas , porém,  ainda não saíram do papel e as que saíram estão se arrastando com problemas de pagamentos, posso elencar algumas , tais como: Complexo Esportivo do Terra Livre , Complexo de Segurança , Escola de Ensino Médio , Feira do Bairro , entre muitas outras . Fico muito triste em ver a decadência da atual gestão que outrora fora  conhecida como Referência, eu assim como muitos depositamos nossa confiança nessa estória, mas nos enganamos e espero que em 2020 população possa escolher alguém com vontade de cuidar de vidas.




Agência Baluarte- Como pré-candidato a prefeito de São José de Ribamar, qual mensagem você deixa aos mais de 200 mil  ribamarenses existentes, hoje, na terceira maior cidade do Maranhão?

Jamys Gualhardo- Para falarmos dessa questão ,  a população precisa saber algumas questões. Primeiro, a população deve ser saber quem sou eu, e o que posso dizer é que sou uma pessoa como ela que sofre no dia a dia a ausência do poder público. A questão da minha pré-candidatura  prefeito nãé questão de ego, pois atualmente em nosso município há  uma ausência de nomes , tanto é que as últimas eleições o candidato ganhou por W.O, deixando os eleitores sem opções. Para aprofundarmos mais sobre a nossa possível candidatura temos que nos fazer conhecer pela  população, não só na questão política mas também no quesito técnico. Sou acadêmico do último período de Direito. Penso em  até a eleição termos no mínimo um mestrado em administração pública. Temos algumas ideias revolucionárias para colocar no plano de governo, mas a principal delas,  posso adiantar énão ter conchavos políticos apesar de precisarmos de apoio legislativo , mas isso é assunto para outras entrevistas. O povo precisa de respeito e entender que o prefeito é um empregado do povo e não patrão. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário