quinta-feira, 18 de outubro de 2018

PF deflagra nova fase da Op. Sermão aos Peixes; faz busca na casa de deputado e prende temporariamente Ricardo Murad

A Polícia Federal deflagrou, nesta manhã 5ª-feira(18.out.), de forma simultânea, duas fases da Operação Sermão aos Peixes – Operação Peixe de Tobias (6ª Fase) e a Operação Abscondito II (7ª Fase).

Foram cumpridos no total 19 mandados de busca e apreensão; oito mandados de prisão temporária e um mandado de prisão preventiva, todos expedidos pela 1ª Vara Criminal Federal da Seção Judiciária do Maranhão. Além disso, foi determinado o bloqueio judicial e sequestro de bens num valor que supera a cifra de R$ 15.000.000,00 (quinze milhões de reais).
As diligências foram realizadas em seis cidades: São Luís/MA, Imperatriz/MA, Parauapebas/PA, Palmas/TO, Brasília/DF e Goiânia/GO.
A investigação contou com a participação do Ministério da Transparência, Fiscalização e Controladoria-Geral da União (CGU) e da Receita Federal do Brasil.

Deputado Antônio Pereira


Entre os alvos da operação estão o ex-deputado e ex-secretário da saúde no governo Roseana no período de 2012 a 2013. Ainda a PF fez busca e apreensão na casa do deputado estadual Antônio Pereira do DEM. A justiça decretou temporariamente a prisão de Ricardo Murad.

Ricardo Murad ex-deputado e ex-secretário


A investigação aponta para um desvio de R$ 2,1 bilhões da saúde. A PF apurou indícios de que, entre os anos de 2011 a 2013, aproximadamente R$ 2 milhões destinados ao sistema de saúde estadual foram desviados para uma empresa sediada na cidade de Imperatriz (MA). A polícia verificou ainda pagamentos mensais a blogueiros.

A investigação contou com a participação do Ministério da Transparência, Fiscalização e Controladoria-Geral da União (CGU) e da Receita Federal do Brasil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário