quinta-feira, 1 de março de 2018

''Deputado do peixe'' chama Flávio Dino de ''filho da puta''

FOTO/BLOG ALEXANDRE CUNHA                                                                                                     

            Deputado Levi Pontes chama (aliado) governador

                                          Flavio Dino de ''filho da puta''                                                                                                  


Na política tem de tudo! Desta vez o deputado Levi Pontes (PCdoB) que ficou conhecido pelo escândalo do peixe em abril do ano passado, se envolveu em mais uma polêmica. Gravado, Levi negocia Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e Hospital Macrorregional na região de Chapadinha, cidade de grande reduto eleitoral do parlamentar.

O comunista relata que Magno Bacelar (PREFEITO DE CHAPADINHA) o procurou pedindo que ele convencesse o governador Flávio Dino (PCdoB) a manter a unidade com recursos do Estado por, pelo menos, mais um ano.
“Me pediu para manter e para melhorar a prefeitura pelo menos um pouco, mais um ano. Resposta minha: ‘Depende, prefeito. Se o senhor me tratar bem eu posso conseguir’. Porque do jeito que eu consegui para botar para funcionar, eu consigo que o governador devolva o que é dele”, disse Levi.
O deputado acrescenta que já conversou sobre o assunto com o governador e com o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula.
“Ele [Magno Bacelar] já foi chamado e oficializado que vão entregar, mas eu já falei com o governador e liguei para o secretário hoje: ‘Lula, não é para devolver até a segunda ordem, liga para o governador que ele sabe'”, completou.
Seguindo o dialogo  Levi que é aliado de primeira ordem de Flavio Dino e ambos fazem parte do mesmo partido chama o governador de filho da puta.
“Botar retrato de macho dentro de casa… Até no meu quarto de dormir eu tirei o da mulher e botei o dele. Não é possível que esse filho da puta [Flávio Dino] não me ajude […] Mão lavada, lava a outra. Se eu tô ajudando ele, então ele tem que me ajudar. Não tem comida de graça”, completou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário