quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

Equipe de Luciano Huck fala que o Maranhão ''é no fim de mundo''

Luciano Huck e seu  câmera

Por Gilberto Leda/blog
O apresentador e ex-candidato a presidente da República Luciano Huck cometeu uma indelicadeza com os maranhenses na manhã de ontem (13). Ao chegar ao Centro de Lançamento de Alcântara (CLA) para gravar um quadro do Caldeirão, ele brinca com um membro da sua equipe.
– E aí, Zé, tamo chegando aonde? -, pergunta o apresentador.
– Tamo chegando em Alcântara -, diz o Zé.
– Onde é Alcântara? -, continua Huck.
– Cara, é no fim do mundo -, responde o câmera.
Luciano Huck tenta corrigir o colega, dizendo que não é o fim do mundo. Mas emenda: “É longe. É longe. É longe”.
Uma indelicadeza, principalmente porque não leva em conta o relativismo das coisas.
Longe de onde?
Porque o Maranhão está muito mais próximo da Europa e dos Estados Unidos que qualquer estado do sul e sudeste, por exemplo. Principalmente comercialmente.
Mas certamente seria exigir demais que Luciano Huck soubesse que aqui existe, além do CLA, o Porto do Itaqui, uma janela para o mundo: e muito mais próxima dos grandes mercados que o Porto de Santos, por sinal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário