segunda-feira, 23 de outubro de 2017

Vídeo: desequilíbrio emocional de Marinho do Paço


Um dos vereadores mais polêmicos do parlamento luminense, Marinho do Paço (PROS) desde que se tornou presidente da câmara municipal de Paço do Lumiar, vem mostrando o lado antidemocrático e autoritário que tem.

Nos diversos embates que teve na casa de leis Marinho sempre se mostrou despreparado para ser contrariado e criticado. O exemplo da sessão do dia (17) de outubro, quando a vereadora Carmem Arôso (PMDB) subiu a tribuna para um pronunciamento em tom de defesa, haja vista, a mesma foi responsabilizada pelos colegas como uma das idealizadoras do famoso e polêmico ‘Mural da Vergonha’. Reveja Aqui.

Seria Marinho do Paço 'Um Ditador'?

Marinho interrompeu a vereadora que estava na tribuna por diversas vezes sem pedir a parte, e muito pior sem ter seu nome citado no pronunciamento da edil. Sempre em tom de  intimidação e arrogância o presidente da câmara ‘cortava’ a peemidebista, uma vez que, Marinho em tempos atrás ''baixou um decreto'' que para se pronunciar no aparteamento do vereador que tivesse na tribuna, teria que se levantar e pedi permissão. O que por muitos foi considerado uma retalhação ao ex-presidente da câmara vereador Leonardo Bruno, quando os dois andavam num  de guerra.

Desta forma o ‘republicano’ que de republicano não tem nada demonstra ter o lado emocional muito fraco, inclusive entrando em fogueira que não devia entrar.


Republicano referente ao partido PROS

Nenhum comentário:

Postar um comentário