segunda-feira, 26 de junho de 2017

Incoerência ao extremo...


Pelo visto a incoerência, característica latente do governador Flávio Dino (PCdoB), já está contaminando também os seus seguidores e principalmente os asseclas que defendem o governo comunista.

Em redes sociais e meios de comunicação os asseclas e seguidores do Governo Flávio Dino demonstraram toda sua revolta com o senador maranhense João Alberto (PMDB), presidente da Comissão de Ética do Senado. Alguns deram chilique pela decisão do peemedebista de arquivar o pedido de cassação protocolado pelos partidos REDE e PSOL, contra o senador Aécio Neves. (veja aqui).

João Alberto chamou para si a responsabilidade, até de maneira desnecessária, e afirmou não ter encontrado elementos suficientes para processar o senador por quebra de decoro parlamentar.

A revolta poderia até ser justificável, mas isso se esses mesmos asseclas tivessem tido o mesmo entendimento em um outro arquivamento de pedido de cassação ainda mais vergonhoso, como foi o caso do deputado estadual Levi Pontes (PCdoB), na Assembleia Legislativa do Maranhão.

Levi Pontes apareceu nacionalmente num vídeo combinando como iria distribuir peixes na Semana Santa, adquiridos com recursos públicos do município de Chapadinha. Além de explorar politicamente a distribuição do pescado, Levi queria fazer a distribuição em municípios vizinhos para aumentar o seu alcance eleitoral com a iniciativa (reveja aqui).

Só que Levi Pontes pertence ao mesmo partido do governador, ou seja, o PCdoB. Por conta disso, a Comissão de Ética da Assembleia resolveu simplesmente arquivar o pedido de cassação contra o comunista por, pasmem, “ausência de justa causa (inexistência de provas robustas nos autos)”.
E é exatamente aí que está a incoerência, pois nesse episódio aqui no Maranhão, os mesmos asseclas que estão revoltados, os mesmos que estão dando chilique com a decisão de João Alberto, optaram por um silêncio sepulcral. Nenhum se revoltou com a decisão da Comissão de Ética da Assembleia.

Desta forma a incoerência que sempre norteou o governador Flávio Dino agora também passou a ser latente em boa parte de seus seguidores e nos seus asseclas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário