PESQUISAR

sexta-feira, 23 de junho de 2017

EXTRA, EXTRA: vereador Júlio Pinheiro pode ser cassado e levar Dutra e Núbia Junto




Prefeito Dutra e vereador Julio Pinheiro
Se existia alguma dúvida no áudio do vereador Júlio Pinheiro (PEN) agora não tem mais. O aliado do prefeito Dutra (PCdoB) teve um áudio comprometedor vazado no mês de fevereiro 2017 que causou muita polêmica, no qual revela uma fraude em esquema de licitação.

Na interlocução, o edil fala com alguém ainda não identificado, sobre o esquema que beneficiaria uma empresa do filho dele. Ele afirma que a primeira Dama e super secretária de Finanças Drª Núbia Dutra (SD) estava ciente de todo o esquema e que próprio vereador (Júlio Pinheiro) indicaria a empresa para executar as obras, sendo assim seria apenas uma simulação a disputa no certame.

O parlamentar que é um aliado ferrenho do prefeito Dutra (PCdoB),ainda menciona os indivíduos que serão contemplados com empregos na prefeitura. No áudio, é possível identificar nomes como Passinho (ligado a Núbia); Israel (apadrinhado por Denise, esposa de Diego, que estaria providenciando a portaria da nomeação); a mulher de Malaba; e Júnior (sobrinho do interlocutor).

De acordo com o laudo pericial feito no INCRIM a voz é do parlamentar luminense, ainda a pericia afirma que houve cortes no áudio, porém não há montagem.

Júlio que era tido como o vereador rei da moralidade e que chegou a propor uma comissão de ética para conter abusos na Câmara de Paço do Lumiar é pego na mentira, vê se pode!!

Quando a bomba estourou, o mesmo chegou a negar várias vezes que o áudio era mentiroso, e tentou desqualificar os diversos blogs que divulgaram a noticia.

Com o resultado da pericia, apontando prováveis crimes, o movimento Acorda Paço de imediato entrou em ação e entendendo que o vereador pode ser punido com a perda do mandato com base no art.° 67, II e III do mesmo Regimento. E, por tal motivo, por meio de uma de suas coordenadoras, peticionou ao Presidente daquela Casa de Leis, com base no § 1° do art.° 67 do Regimento Interno, para que este leve à Mesa Diretora procedimento no sentido de provocar os demais Vereadores a deliberarem por meio de votação a perda do mandato de vereador.

Além do parlamentar, o prefeito Domingos Dutra e a Drª Nubia Dutra podem cair, de acordo com a Lei 8666/93 Art. 90, faudar licitação é crime com punição da perda do mandato ou cargo Público, bem como pagamento de multa e detenção de 2 a 4 anos. Outros crimes que os dois podem responder é de organização criminosa que chega a 3 anos de detenção e formação de quadrilha que pode chegar até 3 anos na cadeia.

Ludo pericial

 Não é de hoje que o casal que administra Paço do Lumiar vem cometendo possíveis crimes (os super contratos, as diversas suspeitas de fraude a licitações, e os super salários).


Para que se concretize a queda geral basta uma petição com representação de cassação de mandato também contra o prefeito Dutra na Câmara Municipal, para que seja deliberada votação de cassação do prefeito.
saiba mais aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário