PESQUISAR

quinta-feira, 18 de maio de 2017

Michel Temer se mostrou muito tranquilo
e seguro no seu pronunciamento

Em pronunciamento, o presidente Michel Temer (PMDB) disse que não vai renunciar,  que não teme nada  e pediu que a investigação e apuração do caso o mais rápido possível.
"Ir à luta", esta é a palavra de ordem transmitida agora por um dos ministros presentes à reunião que acabou há pouco  no gabinete do presidente Temer. " Renúncia, nem pensar", acrescentou.
"O presidente quer ver a fita da sua conversa com Joesley", insistiu o ministro. Temer considerou um absurdo um presidente da República ser gravado. É a segunda vez que manifesta essa estraheza. A primeira foi quando foi gravado pelo seu então ministro da Cultura. 
A ordem interna é resistir e transmitir clima de normalidade.
O ministro repetiu várias vezes a frase: "O presidente quer ver a fita".
O Globo Com adaptações>

Nenhum comentário:

Postar um comentário