terça-feira, 10 de janeiro de 2017

Extra! Governador Virtual tenta se justificar sobre o ''Aluguel Camarada'';  mas os internautas maranhenses não perdoam

 O governador Flávio Dino (PCdoB) foi alvo de duras críticas, hoje (10), ao tentar justificar, mais uma vez, o aluguel do prédio na Aurora de um membro do PCdoB, garoto propaganda de candidato do partido em 2014 e, ainda por cima, funcionário da Emap (saiba mais).
Ele reclamou que, no governo Roseana Sarney (PMDB), um imóvel do ex-presidente José Sarney (PMDB) também teria sido alugado pelo Estado.
“Aí pode?”, questionou.
“O curioso é que a filha Roseana que começou esse aluguel do prédio do seu próprio pai Sarney para o Governo. Aí não era favorecimento. Quantos milhões o Governo do Maranhão pagou por esse aluguel ao senador Sarney? Belo tema para uma reportagem. Enquanto isso, sou “acusado” de favorecer um cidadão que não conheço, não sei quem é, não é meu parente, de um imóvel que não escolhi”, completou, mentindo que o escândalo só custou R$ 9 mil aos cofres do Estado.
“Me perseguem há 2 anos e até agora só acharam esse ‘grave escândalo’ no governo. De R$ 9 mil”, disse.
Mas não foram R$ 9 mil: foram mais de R$ 170 mil até o prédio começar a ser usado – R$ 20 mil a mais do que no caso dos R$ 150 mil pagos pelo aluguel de um prédio de Edinho Lobão no governo passado. Se não lembra, relembre aqui.
Isso sem contar os milhões pagos pelo Detran-MA à BR Construções, empresa ligada a Dedé Macedo (veja).
E sem falar, é claro, no contrato da Seplan com a Copiar Center Ltda. (releia).
Reação
A repercussão ao comentário de Flávio Dino, é claro, foi imediata nas redes.
Vário seguidores do comunista o criticaram por tentar se comparar ao grupo Sarney ao tentar justificar o caso.
Blog Gilberto Léda
Veja abaixo algumas das reações.









Nenhum comentário:

Postar um comentário