terça-feira, 18 de outubro de 2016

Conta errada
texto de Samir Aranha
A sexta versão do cruzamento de informações entre o Tribunal de Contas da União (TCU)  e o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), relativo ás eleições Municipais 2016, que revela que  cresceu consideravelmente o volume de possíveis  irregularidades nas receitas de despesas de campanhas eleitorais neste pleito. O total de recursos colocados  em suspeição chega a R$ 1,41 bilhão, valor correspondente a quase metade do montante arrecadado por candidatos e partidos, que é de R$ 2,227 bilhões.
No início  de setembro, segundo lista apresentada pelo TCU, a somatória de quantias suspeitas  correspondia a cerca de R$ 116 milhões. Uma semana depois, o valor já ultrapassava R$ 275 milhões, chegando a R$ 338 milhões no dia 19 e em mais de R$ 554 milhões no final do mês passado. No começo de outubro, o valor superou a casa dos R$ 659 milhões.

Nenhum comentário:

Postar um comentário