quarta-feira, 20 de janeiro de 2021

Prefeitos do Maranhão apoiam recomendação do Ministério Público contra o carnaval

Os prefeitos do Maranhão, representados pela Famem, emitiram notas nesta semana em apoio a uma recomendação do Ministério Público para que sejam evitadas aglomerações durante o período de Carnaval no estado.

O documento sugere aos gestores “a observação imediata de normas e condutas para evitar a proliferação da Covid-19 durante o período do Carnaval, bem como enquanto perdurar a pandemia” e tem sido alvo de críticas da população em virtude da inexistência de medida parecida durante a campanha eleitoral.

“Neste momento em que assistimos com espanto e temor o crescimento do índice de pessoas acometidas pela Covid-19 em todas as regiões do Brasil, o Maranhão deve se precaver com maior rigor nas medidas protetivas contra a Covid-19”, ressaltou o presidente da Famem, Erlanio Xavier, num comunicado publicado no site da entidade.

A recomendação é de que sejam negadas licenças e autorizações para eventos em âmbito privado que possam gerar aglomerações.

Duas mulheres são presas apos tentar subornar delegado em Ribamar

Do Jornal Itaqui-Bacanga A Polícia Civil do Maranhão, por meio da Superintendência de Polícia Civil da Capital (SPCC) e Delegacia Especial de São José de Ribamar, vinculada ao SAISP Leste, deflagrou uma operação no fim da tarde de terça-feira (19), que culminou com a prisão de um traficante e mais duas mulheres.



A prisão do homem identificado pelas iniciais C. C. S, de 27 anos, vulgo 'Aleijadinho' foi realizada na rua Nossa Senhora da Vitória, no bairro Mutirão, município de São José de Ribamar.

Após manter campana, os policiais encontraram na casa de Aleijadinho uma grande quantidade de drogas e dinheiro. Foram apreendidos um tijolo de maconha de aproximadamente 1kg, porções menores prontas para consumo, sachês de cocaína e porções pequenas de crack e uma quantia significativa de dinheiro fracionado. Também os policiais encontraram várias passarinhos presos em gaiolas.

De acordo com a polícia, o acusado possui antecedentes criminais pelos crimes de tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo e estava em liberdade há pouco mais de um ano.



Suborno

Na Delegacia, duas mulheres, sendo mãe e a companheira, respectivamente, identificadas pelas iniciais, F.L.C.S, de 49 anos, e M. C. C, de 39 anos também foram presas após tentar subornar o delegado que estava a frente da operação. Elas ofereceram a quantia de R$ 6.000,00 (seis mil reais) para que o acusado fosse posto em liberdade sem a devida autuação.

Aleijadinho foi autuado pelos crimes de drogas, apetrechos para o tráfico e crime ambiental. As mulheres por crime de tráfico de drogas e corrupção ativa.

A operação foi coordenada pela Polícia Civil, com apoio operacional da Guarda Municipal.

terça-feira, 19 de janeiro de 2021

Nota de Esclarecimento

Nota de esclarecimento


No dia 18 de janeiro, o blog Pedro Felipe publicou a seguinte matéria: 'Grande número de assaltos assusta comerciantes e moradores de Paço do Lumiar'. 

Na matéria em questão, de forma equivocada foi mencionada o nome da Clínica Medical, como um dos estabelecimentos alvos dos criminosos. Representantes da unidade entraram em contato para  informar que não houve nenhum tipo de ocorrência neste sentido.

Tão logo identificado o erro, a matéria foi corrigida.  Pedimos desculpas pelo equivoco. 


Baleia Rossi chega no Maranhão dia 22, sexta-feira, em busca de votos

Em busca de apoio dos parlamentares da bancada federal maranhense para a eleição da Câmara dos Deputados que deverá ocorrer no dia 1° de fevereiro, o deputado federal Baleia Rossi, presidente Nacional do MDB e líder da Bancada do Partido na Câmara, deverá chegar a São Luís na próxima sexta-feira, 22 de janeiro.

Baleia Rossi cumprirá agenda com o Governador Flávio Dino, no Palácio dos Leões, e com o prefeito de São Luís, Eduardo Braide. Farão parte dos encontros, além dos deputados federais, lideranças políticas do estado.

A Frente é Ampla, composta por blocos de deputados que pensam diferente, mas um dos pilares que alicerçam a campanha de Baleia Rossi é a defesa da democracia para bem representar  a população brasileira.

O candidato do MDB à presidência da Casa é autor da proposta de reforma tributária enviada à Câmara no ano passado.

Blog John Cutrim

A hipocrisia de Flávio Dino e Carlos Lula

“Faça o que eu digo, Não faça o que eu faço”.

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB) precisa olhar mais para si. Ele que tanto cobra e critica a postura do presidente da República, Jair Bolsonaro (Sem Partido), vem aos poucos demostrando mau exemplo e caindo no ditado popular: “Faça o que eu digo, Não faça o que eu faço”.

Governador Flávio Dino não respeita
 o distanciamento social


Para o leitor compreender melhor, vou explicar: o comunista durante todo o período pandêmico vem por hora, pedindo que as pessoas mantenham o distanciamento social e respeitem os protocolos de higiene. No entanto, Dino e o seu secretário de saúde, Carlos Lula, não estão cumprindo  aquilo que eles  pregam aos maranhenses, detalhe, não é de hoje que a dupla do 'fica em casa' vem pisando na bola e mordendo a própria língua.

No recente caso, durante o 'espetáculo da 1ª pessoa a ser vacinada' no Maranhão, o governador Flávio Dino não se conteve quebrando e desrespeitando os protocolos de distanciamento, ele abraçou, aglomerou com pessoas que são da área da saúde, quem devia ser a referência de comportamento em uma situação de pandemia.

Se a regra é para todos, o Ministério Público que tanto fiscaliza as 'festinhas' (que muitas vezes aquecem a economia e geram emprego e renda), também devia cobrar destes dois homens públicos uma postura mais exemplar. Ah, lembrei! Esse é um serviço essencial. Francamente os senhores da hipocrisia.

Flávio Dino e Carlos Lula em aglomeração durante vacinação:


Secretário de saúde, Carlos Lula em setembro de 2020, durante convenção de aliado.



Dino silencia sobre aglomeração de aliado, Duarte Junior, campanha eleitoral 2020.



segunda-feira, 18 de janeiro de 2021

Vídeo: grande número assaltos assusta comerciantes e moradores em Paço do Lumiar

Clima de Insegurança!
Foto Reprodução

Tem sido recorrente os assaltos no município de Paço do Lumiar, região metropolitana de São Luís. Nem mesmo as câmeras de monitoramento dos estabelecimentos intimidam os criminosos que atuam seja de dia, ou de noite.

Apesar das operações e rondas ostensivas de rotina da Polícia Militar não estão sendo suficientes para coibir as ações dos indivíduos. 


Veja o vídeo dos dois últimos assaltos mais recentes, 1° na Clínica Ultramed, na Avenida 13, o 2° no  mercadinho na Maioba.








Dr. Julinho lança hoje, Plano Municipal de Vacinação contra Covid-19

O médico e prefeito de São José de Ribamar, Dr. Julinho (PL), lançará ainda hoje (18), o Plano Municipal de Vacinação contra Covid19. A informação foi confirmada pelo secretário de Saúde, Eduardo Buna, ainda no domingo (17), mesmo dia em que a Anvisa autorizou o uso emergencial da CoronaVac para uso emergencial contra a Covid19.



“Finalizamos a elaboração do Plano Municipal de atuação da Vacinação contra a Covid-19.” Disse o secretário, ao anunciar que o prefeito Dr. Julinho oficializará nesta segunda, o lançamento do Plano de Vacinação.

Assim como em outros municípios, a primeira fase de vacinação deve contemplar profissionais da Saúde e idosos acima de 60 anos, o que deve ser confirmado pelo prefeito ribamarense.

Mais cedo, o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, postou em suas redes sociais, vídeo recebendo o primeiro lote de vacinas para o Maranhão.

De acordo com o plano nacional de vacinação, as primeiras doses serão enviadas de acordo com o número de habitantes de cada cidade.

Ao todo, o governo federal garantiu a compra de 8 milhões de doses, sendo 6 milhões da CoronaVac e 2 milhões da vacina de Oxford.

Doblog Maramais

Fred Campos, Desembargadora e mais treze na mira da Promotoria por suspeita de fraude em Caxias

O ex-candidato a prefeito de Paço do Lumiar, Fred Campos (PL) é apontado  de participação em fraudes e desvios de verbas  no Cartório do 1° Ofício da cidade de Caxias. Flávio Henrique Silva Campos também foi arrolado na Ação.

Advogado Fred Campos
 Do blog Neto Ferreira. O Ministério Público pediu o bloqueio de bens da desembargadora do Tribunal de Justiça do Maranhão, Nelma Sarney, por enriquecimento ilícito, dano ao erário, improbidade administrativa e violação dos princípios administrativos.

O pedido foi ajuizado por meio da Ação Civil Pública protocolizada na 1ª Vara Cível de Caxias e motivado por fraudes e desvios de verbas no Cartório do 1º Ofício da cidade.

O Parquet também arrolou nos autos o advogado e ex-candidato a prefeito de Paço do Lumiar, Fred Campos; o juiz de Direito de Caxias, Sidarta Guatama; a interina do cartório do 3º Ofício Extrajudicial de Caxias, Delfina do Carmo Teixeira de Abreu; juíza Oriana Gomes, Celerita Dinorah Soares de Carvalho Silva, Teocledes Francis Furtado Martins, Anunciação de Maria Teixeira de Abreu, Alisson de Abreu Almeira, Delson Fernando Costa Leite Torres, Jovan César Rodrigues de Souza, Alba de Sousa Henrique, Joanice Rocha Reis, Lia Pinheiro Hortêncio Silva, Venilza Meireles, Flávio Henrique Silva Campos.

Segundo o MP, a investigação se refere ao período no qual a desembargadora Nelma Sarney ocupava o cargo de Corregedora de Justiça do TJMA. Nessa época, a magistrada designou Delfina de Abreu para assumir a interinidade do Cartório do 1º Ofício de Caxias após afastar Alba Tânia Fiúza da função.

Desembargadora Nelma Sarney

O documento diz ainda que Delfina já estava à frente do Cartório do 3º Ofício de Caxias depois que o seu pai faleceu. No dia 5 de junho de 2014, a interina ingressou com Ação Ordinária perante a 1ª Vara da Comarca de Caxias demandando o reconhecimento de sua estabilidade frente à referida serventia.

E no dia 11 de julho de 2014, o Juiz Sidarta Guatama Farias Maranhão deferiu pedido liminar de maneira absurdamente ágil.

“Observe-se que a Sra. DELFINA se manteve no exercício das atividades notariais junto ao 3º Ofício de Caxias, por uma decisão precária, flagrantemente inconstitucional e impossivelmente célere. Aliás, válido lembrar-se de que ela já estava há vinte e três anos na aludida serventia, sem que houvesse, naquele instante, fato novo que demandasse tamanha urgência por parte do magistrado de primeiro grau!”, ressaltou a ACP.

Assim que assumiu o comando do Cartório, a Delfina iniciou uma série de contratações fraudulentas com autorização de Nelma Sarney, segundo o Ministério Público, como de advogado, de empresa prestadora de serviços de informática, de serviços de limpeza e manutenção predial, de empresa de segurança desarmada, de serviços gráficos, etc.

“O problema é que, como se verá, a douta Desembargadora- Corregedora não palmilhou o caminho do zelo para com o erário, passando a autorizar uma sucessão de despesas visivelmente suspeitas, sem lastro fático e até mesmo sem documentação com validade fiscal”, frisou o MP.

O documento revela ainda que todas as despesas com valores acima de R$ 8 mil, foram autorizadas pela Corregedoria Estadual, quando gerida pela Desembargadora, que nem sequer teve a cautela de
exigir o detalhamento dos serviços, deixando, inclusive, de exigir notas fiscais e de averiguar a real necessidade das demandas.

Em depoimento na Promotoria de Justiça de Timon, Delfina não soube afirmar como se deram as contratações dos “serviços”, assim como não soube explicar como contratou algumas empresas e não juntou as respectivas notas fiscais.

Para todas essas irregularidades, a interina limitou-se a declarar que contratou, mas sempre com autorização da ex-Corregedora do Tribunal de Justiça, que, amparou suas decisões em manifestações tanto da Juíza Auxiliar Oriana Gomes como da ex-Diretora do FERJ, a Celerita Dinorah.

Ao final da Ação Civil, os promotores de justiça, Francisco Filho, Helder Bezerra e Gustavo Silva pediram a condenação da desembargadora juntamente com os demais envolvidos no caso, o bloqueio de bens, suspensão dos direitos políticos de oito a dez anos anos, o ressarcimento e a perda da função pública.

Leia aqui a ACP


sexta-feira, 15 de janeiro de 2021

Prefeito Eduardo Braide apresenta Plano Municipal de Vacinação

O prefeito Eduardo Braide apresentou, nesta sexta-feira (15), o Plano Municipal de Vacinação contra o novo coronavírus. A primeira fase da campanha deverá durar sete semanas e contemplará profissionais da saúde e idosos acima de 60 anos residentes em instituições de longa permanência. O plano inclui a criação de um Centro Municipal de Vacinação para centralizar o atendimento, além de assistência médica ao longo de todas as etapas da imunização para garantir a efetividade das vacinas. A imunização da população ludovicense está prevista para começar na quarta-feira (20), segundo cronograma elaborado pelo Ministério da Saúde.


“Desde o início do processo de transição começamos a trabalhar na elaboração do Plano Municipal de Vacinação. Agora com as diretrizes dadas pelo Ministério da Saúde fizemos as adequações necessárias para que possamos começar a vacinar a população imediatamente após a disponibilização das doses. É importante destacar que o plano municipal seguirá as diretrizes do plano nacional elaborado pelo ministério. A população de São Luís também pode ficar tranquila, pois a Prefeitura já tem em estoque todo o quantitativo necessário de agulhas e seringas para realizar a vacinação de todo o público-alvo da primeira fase da campanha bem como local seguro e adequado para acondicionar as doses que forem enviadas para a nossa cidade”, informou o prefeito Eduardo Braide.

Na primeira fase da vacinação serão imunizados cerca de 37 mil profissionais de saúde e 143 idosos em instituições de longa permanência. Os idosos serão vacinados na própria instituição onde residem. Para este público serão disponibilizadas equipes de vacinação que irão fazer a aplicação das doses in loco. Para isto, os idosos serão cadastrados previamente no aplicativo Conecte-SUS, do Ministério da Saúde, que funcionará como uma carteira de vacinação digital e será usado em todo o país durante a Campanha Nacional de Vacinação contra a Covid.

Já os profissionais de saúde se imunizarão no Centro Municipal de Vacinação. Toda a primeira fase durará sete semanas. Nesta etapa serão disponibilizadas doses das vacinas desenvolvidas pelo consórcio da farmacêutica britânica AstraZeneca e da Universidade de Oxford. O lote foi fabricado pelo laboratório indiano Serum e importado pela Fiocruz. Também serão disponibilizadas seis milhões de doses da vacina Coronavac, desenvolvida pela parceria Sinovac-Butantan.

Para que a pessoa possa, de fato, ser imunizada é preciso tomar duas doses da mesma vacina. Por isso, no ato da vacinação o paciente será informado sobre qual tipo de vacina tomou, o lote e o fabricante. Estas informações também serão incluídas no cadastro do paciente no aplicativo Conecte-SUS para que as equipes de vacinação tenham o devido controle. A segunda dose da Coronavac deve ser aplicada três semanas após a primeira. No caso da vacina da AstraZeneca a segunda dose deve ser feita três meses depois.

“Nós estamos com nossa estrutura pronta para atender aos primeiros indicados no público-alvo, conforme estipulado pelo Ministério da Saúde. A partir do momento em que novas doses sejam recebidas, a cobertura será ampliada. A população pode ficar tranquila que a capital está em diálogo constante com o Governo Federal e seu corpo técnico para orientar a população quanto à administração das doses”, afirmou o secretário municipal de Saúde, Joel Nunes.

Centro Municipal de Vacinação

A primeira etapa da vacinação contra a Covid, em São Luís, será realizada no Centro Municipal de Vacinação cujo endereço será divulgado nos próximos dias pela Prefeitura. O espaço terá área de triagem para investigar se o paciente tem condições de ser imunizado. A triagem é fundamental porque quem estiver infectado pelo coronavírus ou quem já teve a Covid-19 só poderá ser vacinado 28 dias após a suspenção dos sintomas.

O Centro também terá sala de apoio onde o cidadão ficará em observação por alguns minutos após a aplicação da dose da vacina para verificar o surgimento de algum possível efeito colateral. Havendo manifestações adversas, equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) prestarão o primeiro atendimento. Se houver o agravamento do quadro e a necessidade de remoção do paciente para uma unidade de saúde, a unidade definida como referência para este tipo de atendimento em São Luís é o Hospital Municipal Dr. Clementino Moura (Socorrão II).

À medida que os números de doses disponibilizadas pelo Ministério da Saúde forem sendo ampliados, o quantitativo do público-alvo e novos pontos de vacinação também serão disponibilizados pela Prefeitura. As demais fases da vacinação vão ser definidas à medida que forem informadas as diretrizes do Plano Nacional de Imunização. Por isso ainda não há datas definidas para outros públicos.



Próximas fases

Segundo o Plano Nacional de Imunização, a segunda fase da vacinação contemplará idosos em geral acima de 60 anos, um público estimado de quase 80 mil pessoas em São Luís. Neste grupo, os idosos que tiverem mobilidade reduzida ou estiverem acamados serão vacinados em casa. A terceira contemplará pessoas que apresentem alguma comorbidade. Os portadores de comorbidades que estiverem acamados também serão vacinados em casa.

Nas etapas seguintes serão imunizados profissionais da educação, pessoas com deficiência permanente severa e não severa, membros das forças de segurança e salvamento, funcionários do sistema de privação de liberdade, trabalhadores do transporte coletivo, aéreo e de carga, população privada de liberdade e população em situação de rua.

O público-alvo das fases de vacinação poderão ser alterados mediante diretrizes do Ministério da Saúde.

quinta-feira, 14 de janeiro de 2021

Vídeo: incêndio seguido de explosão deixa pessoa ferida em Paço do Lumiar

O fogo começou após a troca de um botijão de gás.



No fim da noite desta quinta-feira (14), um incêndio  seguido de explosão foi registrado no conjunto Residencial Jardim Primavera, no bairro Iguaíba, município de Paço do Lumiar.

De acordo com informações preliminares o fogo teve início na parte superior de uma residência que também funciona como lanchonete.

Após o início das chamas houve uma explosão. Uma pessoa ficou gravemente ferida, com várias parte do corpo queimadas.

Equipe do Corpo de bombeiros estão  no local tentado controlar as chamas.

A qualquer momento novas informações!

Vídeo:




Erlanio Xavier é eleito para comandar FAMEM novamente

Chapa vitoriosa: ''Sálvio Dino: Municipalismo na prática''!



Foi apurado no fim da farde desta quinta-feira (14), a votação da eleição para a escolha da nova diretoria, para o biênio 2021-2022, da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão - FAMEM.

Foram 214, dos 217  prefeitos aptos a votar. A chapa vitoriosa foi ''Salvio Dino: Municipalismo na prática'' de Erlanio Xavier (PDT) e Luciano Genésio (PP) com 112 votos.


Ex-prefeitos de municípios do MA são alvos de operação policial

A Polícia Civil do Maranhão, por meio da 1ª Delegacia Regional de Rosário, na manhã de hoje, 13 de janeiro, deflagrou Operação para cumprimento de 4 mandados de busca e apreensão, por decisão da Vara Única da Comarca de Morros/MA, em face de investigados envolvidos em suspeitas de prática de irregularidades em desvio e apropriação de bens públicos municipais.



As medidas cautelares foram cumpridas em Morros, Axixá e Icatu, alcançando os endereços de quatro pessoas físicas alvos da investigação, dentre elas, ex-prefeito e ex-secretários municipais. 

As ações de busca e apreensão, solicitadas pela Polícia Civil ao Poder Judiciário, foram realizadas por policiais civis da 1ª Delegacia Regional de Rosário, que objetivou a coleta de documentos, bens e instrumentos destinados ao aprofundamento das investigações em curso.

Os trabalhos de apuração desenvolvidos no âmbito da Operação têm revelado a subtração e ocultação de diversos bens municipais tais como: tratores, toneladas de brita, motores de rabeta, roçadeiras, caixas d’água, GPS, betoneiras, filmadoras, máquinas fotográficas, notebooks, pendrives, barcos e equipamentos de pesca, maquinário, materiais de construção, equipamentos eletrônicos, HDs, CPUs das Secretarias de Administração, Finanças e Setor de Compras. Vários bens desses inclusive foram doados pelo Governo do Estado às prefeituras.

Fundamentou a representação da autoridade policial diversos depoimentos, inclusive de um dono de uma empresa que foi contratado para trocar todos os HDS dos computadores de algumas salas dentro da Prefeitura.

Após parecer favorável do Ministério Público, a Justiça Estadual autorizou todas as diligências propostas, visando instruir a investigação em torno dos crimes em apuração.
Por fim, salienta-se que existe ainda Ação Civil Pública em que aponta a insurgência do ex-prefeito em proceder à imediata transição de governo, fornecendo dados e documentos necessários à próxima gestão, nos termos de Recomendação do Ministério Público.

quarta-feira, 13 de janeiro de 2021

Francimar Jacintho se reúne com vereadores para apresentar propostas da sua gestão à frente da Câmara de São José de Ribamar

Na manhã desta segunda-feira (11/01), a Mesa Diretora da Câmara Municipal de São José de Ribamar (CMSJR) realizou um encontro informal com os vereadores que foram empossados para a 19ª Legislatura (2021-2024) com o intuito de recepcioná-los, apresentar as diretorias e outros setores da Casa e esclarecer dúvidas para que os parlamentares organizem seus gabinetes para o exercício do novo mandato.



Durante o evento, responsáveis pelas áreas técnicas deram informações básicas sobre as funções de cada setor. Os novatos também puderam conhecer o Plenário Aldenor Pereira Nojosa, onde são votados os projetos de lei e outras proposições antes do envio ao prefeito para sanção ou veto.

O encontro também serviu para a presidente Francimar Jacintho (PL) falar sobre o andamento do trabalho legislativo e a forma como pretende conduzir a Casa de Leis em seu mandato para o biênio 2021-2022.

A iniciativa reforça o compromisso de Francimar em estar aberto ao diálogo com os colegas de vereança. Além de recepcioná-los, apresentar as diretorias e outros setores da Casa, a chefe do legislativo ribamarense apresentou algumas propostas para sua gestão à frente da Casa.

“Aprendi que a coisa pública deve ser administrado com responsabilidade, transparência tendo como pauta a legalidade, o que me move a tentar realizar uma administração modelo, nunca vista na Câmara de São José de Ribamar, que terá a missão precípua de aproximar os vereadores da sociedade e vice-versa, sempre respeitando os princípios legais”, destacou.

Francimar falou que sua gestão vai priorizar a transparência dos atos do Legislativo, valorização do servidor e uma legislatura mais sintonizada com os anseios da sociedade. Além disso, demonstrou preocupação com a economia nos gastos públicos e afirmou que os atos serão decididos pela Mesa Diretora em conjunto com todos os vereadores.



VISTORIA NA SAÚDE

Mais cedo, antes do encontro, juntamente com os membros do Executivo, os parlamentares formaram uma comitiva e realizaram uma vistoria no Hospital Municipal e Maternidade Municipal.

Durante a vistoria, os vereadores constataram descaso na Saúde. No Hospital Municipal, a falta infraestrutura é um dos principais problemas. O telhado está comprometido com infiltrações e goteiras, o que causa alagamentos nos setores de enfermagem.

Também foi diagnosticado que cinco enfermarias estão interditadas e a unidade de saúde não possui rede de oxigênio. Quando um paciente necessita, os funcionários improvisam o atendimento com balas de oxigênio. Além disso, médicos e enfermeiros enfrentam dificuldades para descansar nos intervalos dos plantões porque não há estrutura nas salas de repouso.

Outra reclamação dos pacientes e funcionários é que uma unidade de terapia semi-intensiva foi inaugurada em gestões anteriores, mas nunca funcionou. O hospital é equipado apenas com uma ambulância, o que dificulta atendimentos de urgência.

Para a presidente Francimar Jacintho (PL), a situação do hospital é delicada, mas o Legislativo estará fiscalizando para propor melhorias. “Muitos problemas foram encontrados e a unidade não está adequada para atender os pacientes com a eficiência necessária. Junto ao Executivo, vamos sugerir melhorias e fiscalizar o que será feito a partir de agora”, disse.

Na maternidade, uma ala inteira reformada recentemente não está sendo utilizada porque alaga quando chove e não há estrutura para permanência de mães em trabalho de parto. Apenas um posto de enfermagem funciona no local, sendo que a unidade possui dois postos.

TESTE PARA COVID-19

Após a extensa agenda de trabalho, os vereadores se dirigiram à sede do Legislativo ribamarense onde participaram da primeira etapa de testes para diagnóstico da Covid-19. Os testes foram realizados em vereadores e servidores.

Os exames foram realizados pela Secretaria de Saúde do município e foi utilizado o método PCR, exame genético para detecção de coronavírus desde os primeiros dias de infecção.

Do blog Isaías Rocha

terça-feira, 12 de janeiro de 2021

MPMA debate aspectos do plano estadual de imunização contra Covid-19

Em reunião realizada nesta segunda-feira, 11, na sede das Promotorias de Justiça da Capital, no Calhau, a promotora de justiça de Defesa da Saúde de São Luís, Glória Mafra, discutiu detalhes e solicitou esclarecimentos sobre o Plano Estadual de Imunização para a Covid-19 com representantes da Secretaria de Estado da Saúde (SES).

Participaram da reunião a secretária-adjunta da Política de Atenção Primária e Vigilância em Saúde, Waldeise Pereira; a superintendente de Epidemiologia e Controle de Doenças, Tayara Costa Pereira; e o secretário-adjunto Jurídico, Waldy Ferreira Neto.

De acordo com o plano estadual, a imunização deve ser iniciada pelo público prioritário, formado por idosos e pessoas com comorbidades. O objetivo do Ministério Público é garantir a correta destinação das vacinas em todos os municípios maranhenses.

“Precisamos assegurar que toda a logística para distribuição, armazenamento e aplicação das vacinas garanta o acesso de todos os cidadãos do grupo prioritário, na primeira fase, quando as doses estiverem disponíveis. Não podemos esperar para planejar a imunização apenas quando as vacinas chegarem ao Maranhão”, afirmou Glória Mafra.

REQUISIÇÃO

A representante do Ministério Público do Maranhão lembrou, ainda, que, em 18 de dezembro do ano passado, a 2ª Promotoria de Justiça de Defesa da Saúde requisitou ao secretário estadual de Saúde, Carlos Lula, para produzir e encaminhar ao MPMA, no prazo de 10 dias úteis, o Plano Estadual de Imunização para Covid-19.

Na última quinta-feira, 7, Glória Mafra realizou outra reunião com representantes da SES e apontou aspectos sobre a imunização que deveriam ser observados para conclusão do documento. “O Ministério Público vem acompanhando e fiscalizando, atentamente, essa questão com antecedência”.

A Requisição ministerial destacou que o Plano Estadual deveria contemplar, obrigatoriamente, as seguintes informações: público-alvo, cronograma de vacinação por fases, logística e recursos humanos (quantidade de doses, profissionais de saúde, seringas, agulhas e câmaras de refrigeração por município).

O MPMA requisitou, ainda, à SES que o plano incluísse a quantidade de pontos estratégicos de armazenamento, caminhões refrigerados, viagens por caminhão durante todo o período de vacinação, quantidade de policiais para escolta e segurança dos caminhões que transportarão a vacina.

LOGÍSTICA

Ao avaliar os itens do plano com os representantes da SES, nesta segunda, a titular da 2ª Promotoria de Justiça de Defesa da Saúde de São Luís destacou que o intuito é buscar informações para que o número de vacinas a serem disponibilizadas, na primeira fase, seja o mais fiel possível a fim de evitar a falta do imunizante.

O Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19 descreve 21 segmentos prioritários, mas apenas 13 seriam contemplados com as doses na primeira fase no Maranhão. Outro problema detectado é que o número seria insuficiente se forem considerados os dados do censo de 2010.

A promotora de justiça apontou à equipe técnica da Secretaria de Estado da Saúde a necessidade de assegurar a identificação dos públicos classificados como prioritários a fim de evitar que demais pessoas sejam imunizadas dentro desse segmento quando devem ser imunizadas nas fases seguintes.

Para isso, foi sugerido que a SES avalie a viabilidade de editar nota técnica ou portaria disciplinando as formas de comprovação das comorbidades. O objetivo é evitar que a prioridade na primeira etapa seja desrespeitada.

Além disso, foram debatidas questões relacionadas à logística do transporte, armazenamento e distribuição das vacinas, insumos (quantidade necessária de seringas e agulhas), treinamento dos profissionais de saúde, alimentação diária do sistema eletrônico do Ministério da Saúde com os dados do público vacinado, conectividade das salas de vacinação com a internet e disponibilidade de computadores.
Fonte:MPMA

Arthur Lira candidato a presidência da Câmara Federal desembarca em SLZ para encontro com deputados

O candidato a presidente da Câmara Federal, Arthur Lira (PP), desembarca nesta terça-feira (12), em São Luís. Em campanha pelo país, o aliado de Jair Bolsonaro visita o governador em exercício Carlos Brandão (Republicanos) e o prefeito de São Luís, Eduardo Braide (Podemos).

As visitas estão programadas para 9h30 no Palácio La Ravardiere e 11h no Palácio dos Leões. Às 12h30, está previsto um almoço com os deputados federais maranhenses.

De acordo com o apurado, Arthur Lira tem dez votos favoráveis dos 18 possíveis no Maranhão, mas esse número pode chegar a 13.

Dentre os apoiadores de Arthur Lira estão: Aluísio Mendes (PSC), André Fufuca (PP), Cléber Verde (Republicanos), Marreca Filho (Patriotas), Pedro Lucas Fernandes (PTB), Edilázio Júnior (PSD), Josilvaldo JP (Podemos), Pastor Gil, Júnior Lourenço e Josimar de Maranhãozinho, todos do PL.

Bira do Pindaré (PSB), Zé Carlos (PT), Juscelino Filho (DEM), João Marcelo e Hildo Rocha, ambos do MDB, devem seguir com Baleia Rossi.

Informações Diego Emir

EXTRA, EXTRA! PF deflagra operação, amanhece no Sistema Difusora; alvo é Márcio Lobão

Entre os alvos da operação estão um dos alvos é Márcio Lobão, filho do ex-senador Edison Lobão. 

A Polícia Federal, em cooperação com o Ministério Público Federal e a Receita Federal, deflagrou na manhã de hoje, (12), a 79ª Fase da Operação Lava Jato, denominada “VERNISSAGE”.

Cerca de 70 policiais federais e 10 auditores da Receita Federal cumprem 11 mandados de Busca e Apreensão em Brasília/DF (2), São Luis do Maranhão/MA (3), Angra dos Reis (1), Rio de Janeiro (3) e em São Paulo (2).

Os mandados judiciais foram expedidos pela 13ª Vara Federal em Curitiba/PR.

Durante as investigações da Operação Lava Jato, foi identificada uma Organização Criminosa voltada a fraudar o caráter competitivo das licitações mediante o pagamento de propina a altos executivos da Petrobras, bem como a outras empresas a ela relacionadas, como a Transpetro.

Petrobras e Transpetro foram vítimas dessa organização criminosa.

O então diretor da Transpetro, no período de 2003 a 2014, foi indicação política no esquema criminoso que dividia os altos cargos da Petrobras e subsidiárias. Suspeita-se que os contratos celebrados pela Transpetro com algumas empresas teriam gerado, entre os anos de 2008 e 2014, o pagamento de mais de R$12 milhões em propinas pagos a este grupo criminoso. Após o recebimento desses valores, muitas vezes pagos em espécie, eram realizadas várias operações de lavagem de capitais para ocultar e dissimular sua origem ilícita, especialmente, através da aquisição de obras de arte e transações imobiliárias.

Exemplo disso foi a compra de um apartamento de alto padrão por R$ 1 milhão em 2007, pago em espécie por intermédio de empresa dos investigados e vendido por R$ 3 milhões, em menos de dois anos, valorização não correspondente às condições do mercado imobiliário da época.

No caso das obras de arte, tais operações consistiam na aquisição de peças de valor expressivo com a realização de pagamento de quantias ‘por fora’, de modo que não ficassem registrados os reais valores das obras negociadas. Neste caso, tanto o comprador, quanto o vendedor emitiam notas fiscais e recibos, mas declaravam à Receita Federal valores flagrantemente menores do que aqueles efetivamente praticados nas transações.

Entre valores declarados ao Fisco e os de mercado, praticados nos leilões em Galeria de Arte, verificaram-se diferenças de 167% a 529%.

Em operação anterior, na residência do investigado, foram encontradas obras de arte que apresentavam variações significativas entre o preço de aquisição declarado e o valor de mercado, em patamares de até 1.300%.

Há indícios de crimes de corrupção, fraudes licitatórias, organização criminosa e lavagem de dinheiro

VEJA O VIDEO DA PF NA ÍNTEGRA:



segunda-feira, 11 de janeiro de 2021

Em meio à eleição da FAMEM, Brandão se reúne com prefeitos e garante benesses

O vice-governador, que atua interinamente como governador, Carlos Brandão (Republicanos) escancarou a porta do Palácio dos Leões para atender demandas oriundas de diversos prefeitos do Maranhão. Ato que seria natural, se não tivesse ocorrendo a eleição da FAMEM - Federação dos Municípios do Estado do Maranhão.

No Instagram, Brandão publicou um foto reunido com vários prefeitos do MA

O que tem causado polêmica, é justamente a forma como o republicano vem tratando o processo. Sem cerimônia, ele vem prometendo benesses aos prefeitos recém eleitos, na clara tentativa de angariar votos ao seu candidato, o prefeito de Caxias, Fábio Gentil, também do Partido Republicanos, que encabeça a chapa 2 Municipalização é para todos”, assim circula nos bastidores do poder.

Para confirmar a articulação pesada para eleger a chapa dois, um áudio vazado demostra nitidamente que Brandão tem atuado para atender demandas dos prefeitos que declinam ao seu grupo.

“Tá tudo marcadinho, mas o governador Brandão quer só dar uma palavrinha com você.” Diz a secretária que em seguida repassa para o governador interino.

“Eu queria logo para tu ir adiantando, faz os ofícios das tuas principais pendências, as principais demandas. Só que é um ofício para cada assunto. Uma ambulância, é um ofício; Um trator é um ofício; O asfalto é um ofício. Aí a gente vai ver aqui o que vai sair. Aí eu vou definir o teto para cada munícipio de acordo com a população, entendeu?”, Brandão orienta por telefone o prefeito.

VEJA AQUI  

Superintendência de Polícia Civil da Capital realiza 33 pisões nos oito primeiros dias de 2021

A Superintendência de Polícia Civil da Capital – SPCC, no período de 01 a 08 de janeiro de 2021, realizou 33 prisões na grande ilha de São Luís. O número é 13,7% maior que todo o mês de janeiro de 2020, quando foram realizadas 29 prisões.

Superintendente da Capital, delegada Viviane Fontenelle

A Delegada Viviane Fontenelle, Superintendente da Capital, ressaltou o grande trabalho que vem sendo realizado pelas Delegacias da Capital e informou que com o aumento de efetivo das quatro Seccionais foi possível a realização de um maior serviço investigativo e de apoio nas incursões policiais, a exemplo da “Operação Castelo Seguro”, realizada pela Delegacia de Roubos e Furtos – DRF e Seccional Oeste, que no dia 07.01.2021 cumpriu 6 mandados de prisão e realizou 1 prisão em flagrante no Bairro de Fátima e Monte Castelo.

A Superintendente informou ainda que vem trabalhando para que os trabalhos continuem no mesmo ritmo e que em 2021 a Polícia Civil possa oferecer um trabalho ainda melhor para a sociedade maranhense.