quinta-feira, 21 de fevereiro de 2019

BAIXA! Depois de afirmar permanência no comando da Câmara, Marinho sofre derrota no STJ

Em conversa com o Blog Pedro Felipe, Marinho do Paço assegurou que permaneceria no comando da Câmara de Vereadores , porém  sofreu derrota no Supremo Tribunal de Justiça (STJ), nesta 4ª feira (20.fev.).


Presidente da corte, responsável por analisar o processo que envolve o impasse da Câmara Municipal de Paço do Lumiar, Ministro João Otávio de Noronha, indeferiu o pedido de Arquimário Reis Guimarães, vulgo Marinho do Paço, de pedido de suspensão da eleição da Mesa Diretora da CMPL que deu a vitória a Fernando Muniz.
Vale lembrar que o impasse continua, uma vez que pelo Regimento Interno da Casa, a presidente deveria ser Orlete Mafra, que teria que convocar novas eleições no ínterim de 90 dias.
Fernando já tinha conseguido, na última sexta, alterar as senhas de contas da Casa de Leis no Banco do Brasil.

Desta forma, Marinho segue fora do comando da Casa Legislativa, cabendo apenas recurso. Saiba Mais aqui.

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2019

Adriano é o líder da Oposição na Assembleia



O deputado estadual Adriano Sarney (PV) anunciou, nesta terça-feira (19), na Assembleia Legislativa, que vai liderar, nesta legislatura, o Bloco Parlamentar de Oposição, formado por uma aliança entre PV e MDB, em um total de cinco deputados. “A oposição é um bloco de extrema importância para a democracia, um contraponto em todos os governos é necessário com respeito, educação, profissionalismo e, sobretudo, pensando em primeiro lugar no povo do Maranhão”, declarou.



O Bloco de Oposição será formado pelos deputados Adriano (PV), Arnaldo Melo (MDB), César Pires (PV), Roberto Costa (MDB) e Rigo Teles (PV). Vale lembrar que Adriano está em seu segundo mandato na Assembleia e que foi reeleito com mais de 50 mil votos nas últimas eleições. O deputado enfrentará o desafio de coordenar um grupo parlamentar experiente e firme em suas posições políticas.


“Quero agradecer aos colegas pela minha indicação para líder do bloco. Cada um dos 42 deputados desta Casa são naturalmente líderes, pois honraram cada voto popular que receberam, e nunca vou pretender ser líder de líderes, ao contrário, serei amigo, colega, voltado ao diálogo, com intuito de, sempre, avançar no caminho da democracia e em benefício do nosso Maranhão”, disse Adriano, lembrando que, nos quatro anos da legislatura passada, os dois partidos, PV e MDB, não conseguiram diálogo suficiente para harmonizarem-se em bloco, mas atualmente isto se tornou realidade.


Com o Bloco de Oposição concretizado, conclui-se uma importante etapa na formação das forças políticas na Assembleia e começa-se a definir a participação de cada grupo nas comissões técnicas. Neste caso, a Oposição poderá indicar membros para as comissões de Constituição e Justiça (CCJ), Orçamento, Assuntos Econômicos, Desenvolvimento, entre outras. O deputado informou ainda que um membro da Oposição deverá presidir a Comissão de Meio Ambiente.


domingo, 17 de fevereiro de 2019

Revira volta em Paço do Lumiar

A novela da Câmara de Vereadores luminense continua, mas ao que parece chega aos capítulos finais. 


Em conversa com o Vereador Marinho do Paço (PROS) que deve permanecer na presidência da Casa Legislativa, confirmou que o resultado da eleição de julho de 2017, em seu favor prevalecerá. 

Marinho encaminhou ao blog uma decisão da Desembargadora Angela Maria Moraes Salazar, que pede a suspensão do processo a qual originou todo o imbróglio na Câmara de Vereadores.

Desta forma fica anulado qualquer decisão anterior ao caso.

Do Paço revelou ainda que durante todo o conflito judicial envolvendo a Câmara, várias ilegalidades foram cometidas pela pela chapa adversária comandada pelos vereadores, Fernando Muniz e Leonardo Bruno.

O vereador afirmou ainda que essa crise vai deixar consequências na sede do poder legislativo.

Marinho aproveitou o ensejo para falar da sua expectativa nesse novo momento. ''estou esperando passar essa situação para dá novos rumos na câmara'', declarou.

VEJA A DOCUMENTAÇÃO EM 1ª MÃO, NA INTEGRA:


''Temos que ser e fazer a diferença'', diz Pastor Mota

Pastor Mota fala de seu projeto político e afirma: ''temos que ser e fazer a diferença''.

PASTOR MOTA PRÉ-CANDIDATO A
PREFEITO DE PAÇO DO LUMIAR


A frente do Partido Social Cristão ― PSC de Paço do Lumiar, há dois anos, Pastor Mota tem o forte desejo de ser pré-candidato a prefeito e vem articulando para apresentar um projeto aos luminense. Mesmo sabendo das dificuldades,  o cristão aposta em um novo modelo de se fazer política.

Segundo Mota, acha incrível como Paço do Lumiar em 58 anos já teve inúmeros prefeitos, porém todos eles deixaram a desejar. ''Temos que ser e fazer a diferença'', declara Pastor Mota.

Ficha limpa o cristão vem trabalhando para fortalecer o seu nome com a comunidade evangélica, mas também com todos aqueles que estão insatisfeitos com atual situação do município. 

Mota também trabalha para fortalecer o PSC, que pretende  tem bons nomes para disputar o legislativo municipal.

É valido lembrar que na eleição de 2018, Pastor Mota foi candidato a deputado federal obtendo uma boa votação a quem ele também agradece aos votos que recebeu, principalmente em Paço do Lumiar.

DEUS NO CONTROLE DE TUDO!


sábado, 16 de fevereiro de 2019

Cheiro de escândalo!

DO O GLOBO.COM ― Um levantamento do Jornal Nacional, feito com base nas prestações de contas registradas nos tribunais regionais eleitorais, aponta que ao menos 51 candidatos a deputado federal e estadual podem ter servido na última eleição como laranjas para que partidos desviassem recursos do fundo eleitoral.

A crise política que envolve o ministro Gustavo Bebianno (Secretaria Geral), sob ameaça de demissão, teve origem na denúncia de que, durante a campanha eleitoral do ano passado, quando era presidente do PSL, uma candidata do partido em Pernambuco recebeu R$ 400 mil em recursos públicos do fundo e obteve somente 274 votos.
O Jornal Nacional analisou dados de 24.765 candidatos a deputado estadual e federal. Foi feito um cruzamento de informações de quanto os candidatos receberam dos fundos e o número de votos que obtiveram.
O cruzamento foi feito criando um indicador de custo por voto – quanto mais dinheiro público os partidos tiverem repassado ao candidato e menos votos ele tiver recebido, maior esse custo.
Para um comparativo, nenhum candidato eleito em todo o país teve um custo por voto maior do que R$ 190.
O Jornal Nacional analisou as contas de candidatos que tiveram um custo por voto pelo menos dez vezes maior do que isso, recebeu recursos públicos e não foi eleito. São 51 candidatos, que juntos receberam mais R$ 8 milhões.
Esses 51 candidatos estão espalhados por 18 estados e 18 partidos.
Desses, 45 são mulheres. Isso é relevante porque o Tribunal Superior Eleitoral decidiu que pelo menos 30% dos recursos do fundo eleitoral devem ser destinados a candidaturas femininas.

Casos

Maranhão

No Maranhão, uma candidata usou dinheiro público para confeccionar mais “santinhos” de campanha do que a população do estado inteiro. O estado tem 7 milhões de habitantes.
Em São José de Ribamar, na região metropolitana de São Luis, a candidata a deputada estadual Marisa Rosas, do PRB, mandou fazer 9 milhões de “santinhos”. De acordo com a prestação de contas à Justiça Eleitoral, ela gastou quase R$ 600 mil com campanha. Obteve somente 161 votos.
Além dos milhões de “santinhos”, ela confirmou que mandou fazer 1,25 mil bottons.
Indagada se é muito material para pouca gente, ela respondeu: “Pode se dizer que sim, se você está mensurando a quantidade do Maranhão, pode até se dizer. Mas, na hora, a gente não trabalha somando bottons, a mesma coisa do ‘santinho'”, disse.
Marisa Rosas disse que confiou nos colegas de partido para contratar as três gráficas que receberam, só dela, R$ 540 mil.
Ela disse que confiou na gráfica e no partido. “Não só na gráfica, porque a gráfica mandava entregar no diretório, na central do partido”, afirmou.
Uma das gráficas fica em Tuntum, a 450 km de São Luís. Só nessa gráfica, segundo a prestação de contas, ela gastou R$ 460 mil.
A gráfica pertence a um filiado ao partido. Recebeu outros R$ 580 mil reais para confeccionar material de campanha para o deputado federal Cleber Verde, presidente do diretório estadual do PRB.
Cabe ao presidente do diretório participar da decisão sobre onde são aplicados os recursos eleitorais.
O PRB declarou que, no ano passado, determinou que os candidatos deviam assinar um termo assumindo a responsabilidade pela correta aplicação dos recursos do fundo de financiamento, prestar contas e devolver o que não usaram na eleição. E isentando o diretório nacional de responsabilidades por má gestão.
O PRB afirmou que acredita na participação feminina na política, mas que a obrigatoriedade de um percentual de vagas para mulheres precisa ser rediscutida.-
O deputado federal Cléber Verde (PRB-MA) declarou que os recursos da cota de mulheres foram usados única e exclusivamente nas campanhas delas. Segundo ele, a gráfica foi escolhida pela qualidade e pelo preço acessível.
Verde também disse que Marisa das Rosas é militante do partido e que o resultado de uma eleição é imprevisível para qualquer candidato.
O TRE do Maranhão declarou que a prestação de contas de Marisa das Rosas está sendo analisada.
Fonte:Gilberto Leda

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2019

Flávio Dino anuncia novos nomes para compor secretariado

Rubens Pereira Jr. e Rogério Cafeteria já estão confirmados.


Durante toda semana o governador Flávio Dino (PCdoB) veio anunciando novos nomes para compor sua equipe de secretariado.


O 1º a ser anunciado foi o ex-deputado Rogério Cafeteria (DEM) que chegou a ser líder de governo até o ano passado na Assembleia, o democrata ficará responsável pela SEDEL ― Secretaria de Estado do Esporte e Lazer.
Outro nome também anunciado foi do deputado federal Rubens Pereira Junior (PCdoB) que vai comandar SECID ― Secretaria das Cidades e Desenvolvimento Urbano.
Fora da Secid, Flávia Alexandrina vai para a Segep, e Lilian Guimarães deixa esta secretaria para assumir a Transparência e Controle.
Antes dos nomes acima anunciados, o comunista já havia confirmado, o deputado Marcelo Tavares (PSB) na Casa Civil, Jefferson Portela (PCdoB) na Secretaria de Segurança Pública e Rodrigo Lago (SD) na Comunicação e Articulação Política.

Outros nomes...


Ainda está em discussão, o nome do  deputado pedetista Marcio Honaiser que poderá ser destacado para a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Social (Sedes). Além da deputada Ana Do Gás (PCdoB) que pode ser anunciada para assumir a Secretaria de Estado da Mulher. 

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2019

Flávio Dino é recebido por Mourão, em Brasília

Segundo bastidores, Flávio Dino fez um convite ao vice-presidente.

Nesta 5ª feira (14.fev.), o Governador  do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB) foi recebido pelo vice-Presidente da República General Hamilton Mourão (PRTB), em Brasília.

A ida do comunista ao centro do poder foi para tratar de assuntos relacionados á Segurança Pública e infraestrutura.

Na ocasião, Dino fez um convite á Mourão, para conhecer o Porto do Itaqui e outros órgãos do Estado.

Crise em Paço do Lumiar: a consequência do voto

Crise na Câmara, inercia no Poder Executivo, assim encontra-se Paço do Lumiar.


Desde 2017 quando o novo prefeito assumiu o comando da cidade e os novos vereadores tomaram posse de seus mandatos, junto com eles vieram a crise que tem como resultado: o atraso, corrupção, graves, manifestações e a insatisfação popular.

O prefeito Dutra que prometera em campanha eleitoral acabar com o sistema perpetuado há anos e extinguir as famílias tradicionais da política luminense, na verdade fortaleceu ainda mais.

Na Câmara de Vereadores, o badalado G9 com o DNA legítimo do CLÃ Aroso logo se esfacelou, porém sem perde as rédias e o controle, enraizou o problemático Marinho do Paço que sem princípios do poder e de legislação afrouxou a banalização.

Paço do Lumiar vive um dos seus piores momentos da sua história, causados pelos maus políticos, que brigam pelo poder, pelos seus próprios benefícios e pela manutenção de seus mandatos, mas que não brigam pela educação das crianças, pela saúde dos idosos, por uma rua asfaltada, pela segurança da sua família, pelo transporte público de qualidade.

A justiça através de seus membros, parece está surda, cega e muda, ou conivente com toda situação. Justiça essa que os luminenses chegaram acreditar.

Mas não deixa se ser importante afirmar que tudo isso que acontece tem o aval do POVO, mesmo enganados pelas bonitas promessas .

Essa é a consequência do seu VOTO!



terça-feira, 12 de fevereiro de 2019

''Governo vai ter de explicar fechamento do Hospital de Matões'', diz Adriano

Por iniciativa do deputado estadual Adriano (PV), a Assembleia Legislativa vai requerer junto ao secretário da Saúde, Carlos Lula, informações detalhadas sobre a situação do Hospital Geral de Matões do Norte. Hospital localizado a 138 km de São Luís, cujo fechamento prejudicou o atendimento à população de 14 municípios da região.



“Precisamos saber o que vai acontecer com as dezenas de servidores que foram surpreendidos com o fechamento do hospital e que chegaram a denunciar uma demissão em massa. É preciso saber dados completos da obra a ser feita no local, pois queremos saber custo, prazo de conclusão. Enfim, estamos cobrando transparência do governo”, declarou Adriano.


“O fechamento do hospital prejudicou muito o atendimento das pessoas da região, a maioria trabalhadores rurais. Nesta semana, muitos pacientes de municípios vizinhos tiveram que vir para os Socorrões de São Luís em busca de atendimento”, informou Ana Léa Coêlho dos Santos Costa, presidente do Sindicato dos Enfermeiros do Estado do Maranhão (SEEMA). “Este hospital atendia a população de 14 municípios e agradecemos o empenho deputado Adriano para que a gente possa esclarecer esta situação difícil  do atendimento à saúde em toda a região”, disse o vereador Ismael Viana Bezerra (PRTB), o Ismael do Sindicato, de Matões do Norte.


O requerimento do deputado Adriano solicita informações sobre os profissionais que, direta ou indiretamente, foram afetados por essa situação: se serão realocados ou se retornarão aos seus postos de trabalho ao final dessa paralisação/reforma e como será o desdobramento da situação trabalhista, caso sejam dispensados ou exonerados, para que não haja dúvidas quanto à questão salarial dos funcionários daquela unidade. O deputado também requisita maiores explicações em alusão ao princípio da transparência administrativa e publicidade dos atos governamentais sobre a reforma do hospital regional divulgada em nota oficial da SES. Detalhando: a finalidade a que se destina a obra, nome da empresa que faz a execução da obra, nome do engenheiro responsável, valor da obra e período de execução.


segunda-feira, 11 de fevereiro de 2019

Hildo Rocha desmente informação, que está ''sem força no MDB''

O deputado Hildo Rocha rebateu a informação de que estaria sem força na disputa pelo comando do MDB no Maranhão e que prevendo a derrota já havia conversado com o presidente do partido Solidariedade, Paulinho da Força. O emedebista classificou como ''infundada'' à notícia.


Veja na integra, a nota à imprensa:



Informo que a postagem do blog do jornalista Gilberto Léda, referente a suposta conversa com o presidente nacional do Solidariedade, Paulinho da Força, para tentar assumir a legenda no Maranhão é falsa, infundada.
Quanto à tese de que eu estaria sem forças, dentro do MDB, irei mostrar que também se trata de uma opinião errônea pois a minha candidatura está mantida, tenho recebido fortes manifestações de apoio e irei ganhar a disputa.Brasília, 11 de fevereiro de 2019HILDO ROCHADeputado Federal • MDB/MA...

PP, PR e DEM brigam por secretarias no governo Dino

Partidos que compuseram coligações de Flávio Dino cobram a fatura, pós eleição. Secretarias, como: SEDEL, SEDES são de interesse dos dirigentes das legendas.


Em clima de indefinição, assim andam as coisas no Palácio dos Leões. O governador reeleito Flávio Dino(PCdoB) vai promover mudanças em algumas secretarias para acomodar aliados e lideranças de partidos políticos que o apoiaram, e assim cumprir os acordos firmados.
IMAGEM EXTRAÍDA DA INTERNET

Na disputa por cargos do 1º escalão do governo comunista, estão o Partido Progressista (PP) comandado por André Fufuca, o Partido Republicano (PR) comandado por Josimar de Maranhãozinho e o partido Democratas, sob o comando de Juscelino Filho, ambos deputados federais.

Nos bastidores e os mais próximos aos governistas, comentam que o momento é de diálogo e articulação. Uma vez que, essa 'briga' por secretarias pode deixar consequências amargas ao governo comunista.

Ainda quem também demonstra interesse por cargos de 1º escalão é o PDT do poderoso senador Weverton.

Nos próximos dias Dino deve anunciar essas mudanças.

Agradar a todos, essa é a missão do comunista, vamos aguardar!